Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt


Domingo, 16.12.18

Ravel - A incandescência do crepúsculo

A maravilhosa música de Ravel 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 00:19

Sábado, 15.12.18

Natal

Nesta época de euforia, excessos e consumismo exagerado faço votos de que o Menino Jesus renasça no coração de cada um de nós. Feliz Natal

menina.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 19:51

Segunda-feira, 10.12.18

Música para elefantes

 

Paul Barton visitou o "Mundo dos Elefantes", que acolhe paquidermes vítimas de maus tratos ou na reforma após anos de trabalhos forçados a arrastar troncos de madeira e outros trabalhos pesados, na província de Kanchanaburi, Tailândia. Não diz quando, apenas escreve que esse momento foi uma epifania.

"Fiquei sensibilizado coma ideia de haver um lugar que acolhia elefantes velhos, magoados ou com deficiências após aos de trabalhos duros", escreve Paul Barton. "Fiz uma visita ao local com a minha mulher e pensei se estes animais não gostariam de ouvir música clássica", recorda, citado pela cadeia norte-americana de televisão, NBC.

Barton, de 57 anos, fez a proposta aos funcionários do "Mundo Elefante" e avançou. A primeira vez que tocou para os paquidermes, um elefante cego parou para o ouvir tocar Beethoven. "Estava frequentemente com dores e quero acreditar que a suavidade da música lhe dava algum conforto no meio da escuridão", diz Paul Barton.

Foi o primeiro elefante a interessar-se pela música, mas viria a morrer entretanto, de uma infeção. "Fiquei destroçado quando soube", recorda Paul Barton, que entretanto alargou o número de fãs. "Ampan, uma fêmea de 80 anos, gosta de ouvir Clair de Lune", do compositor francês Claude Debussy, enquanto Lam Duan, outro elefante cego da reserva, arrebita as orelhas com Bach.

Barton, um britânico natural de Yorkshire que abandonou as salas de concertos nos anos 90, acredita que a música ajuda a calmar os elefantes, amenizando a velhice destes animais, que passaram anos de trabalhos forçados nas florestas da Tailândia ou foram vítimas de abusos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 06:41

Sexta-feira, 07.12.18

lAl Bano e Romina Power - TOP 5

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 20:32

Quarta-feira, 05.12.18

Amor em tempo de muros - Pedro Abrunhosa

Mais uma maravilha  do novo album Espiritual do grande Pedro Abrunhosa, que nos encanta com a poesia das suas canções

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 15:20

Segunda-feira, 03.12.18

Lembranças

Todos os dias, quando exercia a minha profissão, apanhava o mesmo autocarro onde viajava sempre um pai e uma filha adolescente; saiam numa paragem perto de uma escola secundária donde  concluí que a levava todas as manhãs ao seu destino.
Por vezes, alguns colegas juntavam-se  a eles e a cena repetia-se. Nessas alturas e na presença dos amigos havia um sorriso tímido que  lhe iluminava o olhar mas era sol de pouca dura.
Que motivaria a presença diária do presumível pai? uma adolescente já tem autonomia necessária para se deslocar só e depois, a menina em questão parecia tão responsável.
Como  gostaria de poder decifrar aquele enigma, se ao menos a encontrasse, pelo menos uma vez, sozinha poderíamos encetar um diálogo mesmo que breve e a tão  esperada resposta poderia acontecer.
Mas não,, comecei então a pensar como gostaria de ser alguém da família, que a pudesse ajudar a libertar-se  e ter uma vida mais adequada à idade; teria permissão para ir ao cinema, lanchar com as amigas ou mais simplesmente visitá-las e ser visitada?
Ainda hoje, volvidos tantos anos, me lembro da menina de olhar triste, que será feito da sua vida, ter-se-á libertado daquela "prisão" sem grades?
Há prisões que nos deixam marcas para a vida, por muito bem intencionados que os "carcereiros" sejam. Sê feliz, menina linda, que tanto tempo viajamos juntas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 14:26

Segunda-feira, 03.12.18

O retrato de de Dorian Gray

Dorian Gray é um jovem invulgarmente belo por quem Basil Hallward, um pintor londrino, fica fascinado. Determinado a eternizar a beleza de Dorian numa tela, Basil convence-o a posar para ele. Numa dessas sessões, o jovem conhece Lorde Henry Wotton, um aristocrata cínico e hedonista, que o desperta para a beleza e o seduz para a sua visão do mundo, onde as únicas coisas que valem a pena perseguir são a beleza e o prazer. Horrorizado com o destino inevitável que o fará envelhecer e perder a sua beleza, Dorian comenta com os amigos que está disposto a tudo, até mesmo a vender a alma, para permanecer eternamente jovem e manter a sua beleza.
Fortalecido pelo hedonismo, Dorian trata cruelmente a sua noiva, Sybil Vane, que se suicida com o desgosto. Ao saber do sucedido, o jovem começa a notar certas mudanças subtis na sua expressão no quadro, e constata que é o Dorian do quadro que envelhece e que sofre com a passagem dos anos, ao mesmo tempo que o Dorian real permanece com a juventude e beleza intacta. Um romance gótico de horror com um forte tema faustiano, O Retrato de Dorian Gray é considerado pela crítica como a melhor obra de Oscar Wilde.

93x143.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 13:33

Segunda-feira, 03.12.18

Tema do filme O Terceiro Homem (mestro Charles Gerhardt)

GB 1949, preto e branco, 104 min.

Holly Martins (Joseph Cotten), velho escritor de romances de "cowboys", viaja para a Viena do pós-guerra a convite do seu ex-colega da escola Harry Lime (Orson Welles), que lhe prometeu trabalho. Mas quando lá chega, descobre que Lime morreu num estranho acidente de viação. Martins resolve então desvendar o que realmente aconteceu ao seu amigo. Com argumento de Graham Greene, foi nomeado para três Óscares, entre os quais o de melhor realizador (Carol Reed), e ganhou o de melhor fotografia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 13:18

Domingo, 02.12.18

Luz e cor

Ano após ano, nesta época  a euforia instala-se, a magia da cor e das luzes invade-nos e todos acorrem às lojas com o impulso das compras, o calendário assim o determina e há que gastar dinheiro em prendas e  mais prendas, mesmo quando o dinheiro escasseia em algumas bolsas. Tudo é cumprido, exceto o verdadeiro sentido do Natal: fraternidade, humanidade e amor.
Os transportes públicos abarrotavam de gente e as pessoas "atropelavam-se" ao mesmo tempo que iam repetindo  feliz Natal.
A árvore que enfeita  a Av. dos Aliados também foi inaugurada, mais um motivo para  vir à cidade e festejar.
Fiquei a contemplar todo o bulício e o que me encheu o coração foi o riso das crianças que fui encontrando e a certeza de que essas festejam o verdadeiro Natal, na pureza dos seus corações.

natal.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 14:48

Sábado, 24.11.18

Microscópio eletrónico

No Dia Internacional do Cientista e da Cultura Científica, encontramos  no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde um objeto  que faz parte da  própria investigação em Portugal, o microscópio eletrónico Siemens Elmiskop, de fabrico alemão, simboliza  a história da evolução científica até aos dias de hoje. Patrocinado pela Fundação Gulbenkian, o microscópio chegou em 1964 ao então Centro de Microscopia Electrónica, que deu origem ao Centro de Citologia Experimental, mais tarde convertido no Instituto de Biologia Molecular e Celular que, numa parceria com INEB e IPATIMUP já na segunda década deste século, é uma referência a nível internacional. O microscópio eletrónico Elmiskop1A trabalhou até 1992 e tirou mais de 200.000 fotografias publicadas em muitos trabalhos. 

transferir.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 22:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031