Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt



Domingo, 27.05.18

Orgão da Igreja de S. Bento da Vitória

Inaugurada em 1707, é um templo de grande suntuosidade. O interior apresenta painéis de madeira e talha dourada. O cadeiral do coro alto, é um dos conjuntos mais representativos do país cujos espaldares de painéis em relevo, narram a vida de S. Bento. O órgão, uma das peças mais emblemáticas de organaria em Portugal, foi inaugurado em 2001, após cuidadoso restauro, com sonoridades de flautas, violões, trombetas, címbalos, clarins, cornetas e até vozes humanas, juntam-se a tantos outros sons numa orquestra guardada num único e complexo instrumento, o órgão, no seu aparato barroco das caixas, varandas e torretas, em talha dourada, e na pintura polícroma dos tubos coroados por aves fantásticas, cúpulas e brasões, a capela de canto d’orgão de S. Bento da Vitória, obra do entalhador Gabriel Marques (1716-1722), foi colocada junto ao belíssimo cadeiral do coro alto da igreja, iluminada pelo amplo espelho envidraçado. O orgão foi concebido pelo mestre organeiro e monge beneditino, Frei Manuel de S. Bento, que nele trabalhou entre os anos de 1716 e 1717. Tendo sofrido alterações ao longo dos tempos, foi restaurado pela oficina de organaria Pedro Guimarães (1999-2001),
O mosteiro de monges beneditinos, assim como a igreja monástica, foi anteriormente ocupado pela Judiaria do Olival.
Em função do que tinha sido determinado no Mosteiro de Tibães, os beneditinos entraram no Porto com o intuito de construírem um mosteiro na cidade, o que veio a acontecer depois de resolvidos alguns entraves, embora a construção só tenha terminado cerca de um século depois do seu início. 
Durante a Guerra Peninsular uma parte do mosteiro foi ocupada pelas tropas invasoras francesas e mais tarde pelas portuguesas, tendo servido  como hospital militar.
A Igreja de São Bento da Vitória foi desenhada pelo arquiteto Diogo Marques Lucas, discípulo do italiano Filipe Terzio, em estilo clássico  deturpado pela Contrarreforma, com uma harmonia, solidez e proporções equilibradas.
Depois de ter servido de quartel, a administração da igreja e parte do mosteiro foram, confiadas aos beneditinos do Mosteiro de Singeverga, sendo lá instalado o Arquivo Distrital, assim como a Orquestra do Porto.
 

igreja.pngogao.png

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 11:12


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2018

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031