Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt



Quarta-feira, 27.12.17

Ano Novo

NESTE RECOMEÇO, HAJA ESPERANÇA DE QUE  A ESPECTATIVA QUE NOS ACOMPANHA NO INÍCIO DE UM NOVO ANO SE CONCRETIZE E 2018 NOS TRAGA MOMENTOS ESPECIAIS EM TODOS OS CAPÍTULOS DO LIVRO QUE É A NOSSA VIDA. 

 

2017 2018 - Cópia.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 20:08

Domingo, 24.12.17

Feliz Natal

SINTAM OS PEQUENOS MOMENTOS. OS ABRAÇOS, OS BEIJOS, OS SUSPIROS, OS SORRISOS, AS BIRRAS, AS PAZES… FELIZ NATAL A TODOS E UMA VIDA CHEIA DE AMOR!!!

Sintam.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 10:00

Quarta-feira, 13.12.17

O Tempo - Marco Rodrigues

O tempo não espera pela gente mas eu espero por ti
O tempo quer ser indiferente, só eu te quero aqui
Por mais que eu te diga, mesmo que eu consiga
O tempo não espera por mim
O tempo não espera pela gente se não fugirmos daqui
Sei que não vai ser diferente, só por dizer que sim
Querer-te despida, na pele de rendida
No meu tempo, não era assim
Mas por mais que a vida, não cure as feridas
O tempo irá curar por si
Não sou de ferro
Nem tenho armas
Apenas a música para ti
Porque eu também choro
Quando me desarmas
E agora canto o que perdi
Porque houve um tempo em que eu te tinha só para mim
Querer-te despida, na pele de rendida
No meu tempo, não era assim
Mas por mais que a vida, não cure as feridas
O tempo irá curar por si
Não sou de ferro
Nem tenho armas
Apenas a música para ti
Porque eu também choro
Quando me desarmas
E agora canto o que perdi
Porque houve um tempo em que eu te tinha só para mim
Só para mim
Não sou de ferro
Nem tenho armas
Apenas a música para ti
Só espero que o tempo te traga até mim

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 21:55

Quarta-feira, 13.12.17

NATAL

Nesta época festiva, desejo que as luzes que brilham nas árvores de Natal se acendam no nosso coração e a estrela que enfeita o presépio nos guie para a luz e para o bem.
Feliz Natal para todos.
 

Menino Jesus.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 10:30

Sábado, 09.12.17

Dia do palhaço

É comemorado a 10 de Dezembro, tendo começado em 1981 no Brasil, na cidade de S. Paulo a homenagem a estes profissionais que ficaram populares através de suas participações em circos.
A palavra palhaço deriva do italiano paglia, que significa palha por ser o material usado para o enchimento de colchões e ser desse tecido a roupa primitiva  dos palhaços, grosso e listado que lhes dava um aspeto cómico ao mesmo tempo que os protegia de quedas bruscas que davam. Clown no séc. XVI, de origem inglesa, vem de clod que significa camponês.
O palhaço pobre ou faz-tudo é ingénuo, lírico, inocente, angelical e sofre sempre com as partidas e maldades do palhaço rico que o ridiculariza, entre os vários papéis de melancólico, romântico, bufão, mendigo (tramp)
Além do circo onde habitualmente trabalha, pode atuar em espaços abertos, teatros ou TV. mas sempre com a tarefa de entreter o público; no circo aparece entre exibições de outros artistas, arrancando gargalhadas ao público em geral e às crianças em particular, com o vestuário exagerado em tamanho e acessórios caraterísticos. Geralmente são exímios executantes  de música. Podemos considerar no cinema mudo, o personagem de  Carlitos, do grande Charlie Chaplin, como alguém divertido, fazendo palhaçadas tão apreciadas no mundo inteiro.
Em Portugal, o mais antigo palhaço foi Emílio Mariani e os mais conhecidos, Kinito, Batatinha e Croquete entre outros.
Muitas vezes denomina-se palhaço, alguém que não leva a vida a sério e faz "habilidades".
 

dia-universal-do-palhaco.jpg

 

rico.pngfaztudo.png

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 12:17

Quinta-feira, 07.12.17

O que lá vai, lá vai - DAMA

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 12:06

Terça-feira, 05.12.17

Cielito lindo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por palavrasesentidos às 08:26

Segunda-feira, 04.12.17

O pica do 7 - António Zambujo

 

De manhã cedinho
Eu salto do ninho e vou p'rá paragem
De bandolete, à espera do sete
Mas não pela viagem
Eu bem que não queria
Mas um certo dia, vi-o passar
E o meu peito cético

Por um pica de eléctrico voltou a sonhar

A cada repique
Que salta do clique daquele alicate
De um modo frenético
O peito é cético toca a rebate
Se o trem descarrilha
O povo refila e eu fico num sino
Pois um mero trajeto
No meu caso concreto, é já o destino

Ninguém acredita no estado em que fica o meu coração
Quando o sete me apanha
Até acho que a senha me salta da mão
Pois na carreira desta vida vã
Mais nada me dá a pica que o pica do sete me dá

Que triste fadário
E que itinerário tão infeliz
Traçar meu horário
Com o de um funcionário de um trem da carris
Se eu lhe perguntasse
Se tem livre passe para o peito de alguém
Vá-se lá saber
Talvez eu lhe oblitere o peito também

Ninguém acredita no estado em que fica o meu coração
Quando o sete me apanha
Até acho que a senha me salta da mão
Pois na carreira desta vida vã
Mais nada me dá a pica que o pica do sete me dá

 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 15:48

Sexta-feira, 01.12.17

Engenharias

A importância da engenharia é, hoje em dia, nas nossas vidas  uma verdade absoluta; aliada à medicina então, nem se questiona.
A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto possui um laboratório de engenharia sísmica e estrutural que integra
o Departamento de Engenharia Civil  da mesma faculdade, onde ensaiam estruturas para analisar o seu comportamento sob ações de carácter dinâmico, estático e sísmico em particular, dando apoio à realização de atividades de investigação, desenvolvimento tecnológico e inovação.
É neste contexto de investigação/ação que o enfoque deste laboratório trabalha, com a preservação e reabilitação estrutural do edificado histórico e/ou o moderno do século XX.
Prontos para serem abanados?
 

lab.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 18:42

Sexta-feira, 01.12.17

O Brasão dos Távora

A Igreja de São Lourenço, mais conhecida por Igreja dos Grilos, foi pertença dos jesuítas  na segunda metade do século XVI. A primeira pedra foi lançada em 1573, mas apenas  em 1614, com o financiamento do Bailio de Leça, Comendador Frei Luís Álvaro de Távora, se ultimou a obra e colégio anexo, onde funciona hoje o Museu de Arte Sacra do Seminário Maior. Frei Luís foi sepultado nessa Igreja, num túmulo de mármore suportado por elefantes, mas  o seu nome foi apagado em nome da maldição que caiu sobre a família Távora, era  proibido  proferir ou escrever o apelido, seus brasões destruídos e armas picadas; apenas um brasão no frontispício da Igreja de São Lourenço, por se encontrar em local tão elevado, sobreviveu.
Tudo isto será debatido com um descendente da família Távora e um especialista em heráldica em mais um debate que enriquecerá 0s nossos conhecimentos sobre a nossa cidade.

#DR_Brasao_Tavoras_Igreja_dos_Grilos.jpg

 

igreja.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 18:36

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31