Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt



Quinta-feira, 27.10.16

Cafés antigos do Porto


Vou recordar com saudade alguns cafés antigos no Porto, que foram referência na minha infância e juventude.
O Palladium, situado em plena baixa, no cruzamento da rua de Santa Catarina e Passos Manuel, era o local escolhido para nas noites de festival da canção, assistirmos à efeméride que era essa transmissão pondo toda a gente de olhos postos na televisão. Como pouca gente tinha aparelhos em casa, era nos cafés que se reuniam.
À entrada do café havia umas arcadas, propícias a que os rapazes aí se juntassem e ver as moças que por ali passavam e dirigir-lhes amáveis piropos, fui uma das visadas quando menina e moça.
Antes de ser café, os famosos Armazéns Nascimento, que vendiam mobiliário e materiais de decoração, estavam ali sediados.
A sua arquitetura era Art Deco, e quem concebeu a obra foi Mário Abreu.
No res-dochão,ficava o café, uma belíssima sala de chá e restaurante;
No 1ºandar havia uma sala de jogo de vasa;
No 2º andar ficava o salão de bilhares;
e no 3º um cabaré.
Os andares eram ligados por uma bela e imponente escadaria. Foi o primeiro edifício a utilizar betão armado.

Inaugurado em Dezembro de 1944 O Rialto foi concebido pelo arquiteto do cinema Batalha,  Artur Andrade. Com murais de Abel Salazar, Dórdio Gomes e Guilherme Camarinha, ali se reunia gente da cultura, arte e literatura.
Entre os décadas de 50 e 60 era o local eleito para reuniões  de poetas e contestatários ao regime instituído como José Augusto Seabra.
Em 1972 foi vendido ao Banco Millennium BCP, que ainda conserva dois frescos.

A Brasileira situado na Rua Sá da Bandeira, obra do arquiteto Francisco de Oliveira Ferreira, tem uma fachada, com o magnífico pára-sol de ferro e vidro, e um interior deslumbrante, em que sobressaem os cristais, os mármores e o mobiliário de couro gravado. A sala pequena do café foi mais tarde separada e explorada pela multinacional Caffè di Roma. O restante espaço esteve encerrado durante vários anos, reabrindo como restaurante, mais tarde, e fechado de novo.
Desde o início de 2013, foi reclamado pelo BPI por causa de uma dívida do proprietário do edifício.
Atualmente é propriedade de António Oliveira, antigo treinador da Selecção Portuguesa de Futebol e correm rumores de que será um futuro hotel.

Café Ceuta aberto em1953, obra de  Carlos Neves fica na Rua de Ceuta e toda a decoração é alusiva à conquista de Ceuta, em grandes painéis.

É o únco a funcionar hoje em dia, e antigamente era frequentado por deputados e Francisco Sá Carneiro e seus familiares.

Mais um momento de nostalgia...

bras-.pngcafe.pngpalladium.png

 

hoje.pngceuta.jpg

 

 

 

 



Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 17:36


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031