Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt



Quarta-feira, 25.01.17

Lavadeiras


As lavadeiras, mulheres que ganhavam a vida a lavar a roupa para as casas de família, viviam, normalmente, nos arrabaldes da cidade e, por vezes, deslocavam-se em grupos. Todas as semanas acorriam a casa das  clientes para recolher a roupa para lavar. Transportando as trouxas de roupa à cabeça ou com o auxilio de burros de carga ou outro transporte, lavavam a roupa nos rios, nos ribeiros ou em pequenos riachos, onde se juntavam com outras lavadeiras. A arte de lavar roupa, era normalmente passada de geração em geração, e esta ocupação permitiu o sustento de muitas famílias no inicio do século XX. O tratamento da roupa tinha várias etapas, que incluía pôr a roupa a corar, técnica que consistia em estender as peças molhadas e ainda com sabão, ao sol para branquear. Profissão dura e desgastante, obrigando muitas vezes as lavadeiras a terem os pés e pernas na água, manteve-se até ao aparecimento da água canalizada, altura em que foi progressivamente desaparecendo, estando guardada apenas na memória das gentes. No filme Aldeia da Roupa Branca , realizado por Chianca de Garcia em 1938, a profissão de lavadeira é imortalizada por  Beatriz Costa, cuja personagem é Gracinda, lavadeira de profissão.
Lembro-me perfeitamente deste ritual semanal, e presenciar junto da minha avó "o dar a roupa ao rol", assim se chamava o ato de verificar e anotar se as peças que tinham sido levadas para lavar vinham certas, uma vez que quando vinham buscar a roupa, as peças eram anotadas num caderno próprio para esse efeito e a roupa descrita por função Por entre as brincadeiras próprias da idade, achava imensa graça a toda a encenação que a visita da lavadeira proporcionava.

 

rio.png

imagesYY6SRN4W.jpgtrouxa.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 15:31


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031