Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://palavrasesentidos.blogs.sapo.pt



Domingo, 24.03.19

Os Azeitonas - A miúda do cabelo azul

    A vida não vai nada bem
    Para a miúda do cabelo azul
   O que é que a levou a pintar
   O cabelo assim de azul?
   Será que são questões de pai
   Ela a dizer olha pai
   E ele de olhos no jornal
  A dizer filha já vai
  E ela de cabelo azul
  O dia correu de feição
  Para o cavalheiro ali atrás
  Com cara de que tanto faz
  Quem é que ganha as eleições
  Tanto lhe dá se a nação
  Cai nas mãos dos espanhóis
  É como se dois e dois
  Não fosse sequer questão
  Pro cavalheiro ali atrás
  As pessoas são todas iguais
  E acham mesmo que as demais
  Conspiram com outras que tais
  Em vidas boas
  Duradouros pactos ancestrais
  De pessoas pedras e animais
  Tirando a dessa pessoa
  A vida é boa
  E as pessoas são todas iguais
  O homem de olhar obtuso
  Põe as culpas na mulher
  No governo, no país
  Na tatuagem de ex-recluso
  Sente ofensa pessoal
  Pela indiferença boçal
  Do cavalheiro ali atrás
  E dava-lhe tanto faz
  Ao indigente ali atrás
  Aquela senhora de idade
  Agarra com as duas mãos
  A bolsa de napa marrom
  Murmura um lamento sem som
  Será que na bolsa marrom
  Leva fotos tipo passe
  Como se o tempo congelasse
  No tempo em que o tempo era bom
  A senhora duma certa idade
  As pessoas são todas iguais
  E acham que as outras pessoas
  Conspiram com outras que tais
  Em vidas boas
  Com sorrisos e sonhos boçais
  Interagem com os demais
  Tirando a dessa pessoa, a vida é boa
  A vida é boa
  As pessoas são todas iguais

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por palavrasesentidos às 11:09


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31